temporal.

um dia eu descobri que era possivel um sorriso brotar no meu rosto. no mesmo dia eu vi que as minhas nuvens sao possiveis de serem coloridas. um pouco depois eu percebi que as minhas asas estavam presas e que precisavam urgentemente de curativo. cuidei dela e sonhei que eu podia voltar a voar. voei. fui bem longe. alto alto alto. ate nao poder mais, ate nao aguentar mais. vi muita coisa bonita la de cima, vi um mundo que eu nao conhecia. tive apices de prazer por estar lá e de ser eu. bom foi ver que o sorriso estava la comigo, tao presente…tao gostoso voar alto. eu fiz planos de ficar la em cima pra sempre, queria a vida inteira daquele jeito, eu ali voando, flutuando no meu proprio ser. derrepente, eu vi raios, vi trovoes, vi tudo ficar preto e todos meu lapis de cor escapando, todas as minhas tintas acabando, todos os meus planos escritos no papel indo embora. eu vi tudo se despedaçar, vi o mundo quase desabar ao contrario e cair sobre meus ombros, que ali ja doiam tanto, ja estavam machucados e pedindo socorro. mas eu nao queria ir embora, eu queria ser forte e me erguer sobre o temporal. mas eu nao sabia que eu fazia parte do mundo mortal. foi dificil. eu tive que voltar. voltei despedaçada, sem asas, sem nada… mas ainda sou e vou seguir sendo como queria ali, naquele momento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s