não nego, não

Por trás do armário que eu desenhei eu tentei esconder você, e tentei não deixar explícito os meus sentimentos, porque o mundo não é puro o bastante nem bom o bastante para nós dois. E o julgamento que cairia sobre as nossas cabeças seria em vão. Mas o meu amor, é gratuito demais, não dá pra negar nem esconder. A tentativa explícita não foi o bastante.  E eu não nego, eu entrego tudo de corpo e de alma, de mente e de pensamento, eu entrego meus armários, minhas armaduras, meus desenhos e minhas palavras. Por você, eu iria até não poder mais ir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s