quão tão

o quão inconstante é a mente do ser humano.

de tanto que quer e de tudo que faz. do pouco que faz e do muito que pensa.

o quão abusado é o ser humano; homem, mulher, gay, lésbica, travesti, criança, adulto ou idoso sempre todos abusados, abusivos. sem censura mas tão caretas, tão desclassificados, tão tudo e tão pouco.

o quão tão todos somos. abraçando o mundo como uma criança aprendendo a andar e caindo como um idoso com osteoporose. sem saber, sem sentir, sem pensar quando tudo vai acabar.

hoje, amanhã, agora e ontem..o quão iguais.

o aprendizado segue sendo a única constância para aqueles que pensam e querem. o aprendizado segue sendo a eterna constância daquele que sente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s